dia 3 de julho 2013


Faroleiro que minha alma possuis mas meu coração não tens! Entras-te em minha vida para me salvar mas salvação sei que não tenho! Desde que meu corpo possuis-te estranho ages e meu corpo sedento pelo teu está! Quiçá por desejo ou por outro motivo que desconheço mas no silêncio me deixas e respostas assim não tenho!
Sei que por teus lábios anseio a cada dia que passa, desejo-os em minha boca e em meu corpo, mas negas-me o prazer que tu próprio me deste a conhecer! E em todas as noites com isso tenho sonhado... até a última em que de meus sonhos me acordas-te pois salteadores o farol queriam invadir e a salvo me pôr tua prioridade foi...

Sem comentários:

Enviar um comentário

Follow by Email