Mostrar mensagens com a etiqueta Sereia. Mostrar todas as mensagens
Mostrar mensagens com a etiqueta Sereia. Mostrar todas as mensagens

dia 29 de maio 2013



 

Deixas-me à beira da loucura! Minha pele formiga de desejo! Meu corpo quer teu calor! Minha cabeça diz-me para me afastar... meu coração quer-te perto! Não sei que fazer! Nem a quem dar ouvidos nesta minha prisão.
Sabes o poder que tens sobre mim e usas isso a teu favor, como um trunfo caso tente fugir! Hipnotizas-me com o teu olhar seduzes-me com teu corpo... e que tenho eu a meu favor? Nada! Só os meus encantos de sereia que ao pé de ti perdem a magia!

dia 29 de maio 2013



 

És fraco embora mostres o contrário! Usas essa máscara para encobrir tua fraqueza, mas eu já a descobri! E um dia te derrotarei - tua fraqueza será a minha liberdade! Será o libertar de sentimentos que tanto preciso! Necessito também do teu toque na minha pele mas isso está longe de acontecer! Temes queimar-me com o teu calor! Temes quebrar o teu troféu!
E tuas palavras podem ser como mel mas és como veneno para mim! Iludes-me com mentiras, com promessas que nunca serão cumpridas!

dia 23 de maio 2013

Deixei-te sem leme! Deixei-te à deriva! Neste mar de tormentas...
...uma delas sou eu! Sou o erro em que cais-te! Sou o erro que desejas! És um pobre pescador que se deixou enfeitiçar. Mas nisto somos ambos almas penadas sem futuro, sem destino! Não sabemos para onde navegamos nem o que o futuro nos reserva, mas isso nas nossas mãos esta! Mas com segredos por revelar muitas tempestades nos esperam e do meio delas podemos nunca sair. Seremos capazes de enfrentar o que nos espera? Duvido pois não temos forças para isso... a menos que nos unamos!

dia 20 de maio 2013


Por vezes sou abandonada e desprezada por outras adorada e desejada. És em quem me perco! Fazes-me quase sufocar de desejo mas continuas a manter-me nesta bolha, por ti criada para me aprisionar. Sou de novo tua prisioneira! De novo o teu troféu mais valioso!

Mas quem és tu vislumbre meu? Que de ti nesta escuridão só consigo ver duas safiras cintilantes? Como aqui entras-te e porque me observas assim? Sinto que me queres levar daqui mas duvido que isso seja possível? Estas correntes são impossíveis de abrir... e o feitiço difícil de quebrar!

dia 15 de maio 2013




Sabia que o teu desprezo ia durar pouco! És incapaz de resistir ao meu poder! Tentas-te resistir mas em vão!
Podes conseguir enfeitiçar-me e fazer-me desejar-te mas eu também te consigo seduzir... e o meu poder é mais forte que o teu, pois venho das profundezas do oceano onde estão guardados todos os mistérios e magia!

dia 14 de maio 2013


Eu sabia que tinha forças para te dizer não! Sabia que conseguia rejeitar os teus, e meus, desejos! E sabia que conseguia fugir de ti!
Mas o que não contava era que tivesse que ir de novo ao teu encontro... é mais forte do que eu! Rejeitei-te embora desejando-te mas agora és tu que me não me queres! É tão humilhante para mim o teu desprezo! Nunca ninguém despreza uma sereia, nunca ninguém ousou dizer-lhe não... como é que és capaz de tal proeza?

dia 12 de maio 2013

Sei qual vai ser o destino final, e tanto anseio por ele como o quero longe! Acho que simplesmente tenho medo. Medo de voltar para o fundo do mar! Sozinha!
Sei muito bem que, com os meus poderes de sereia, consigo seduzir outro para te substituir mas não sei se quero outro! Acho que prefiro continuar aqui acorrentada e ter-te do que perder-te!
Sim que burra eu sou! Por querer-te só a ti enquanto posso ser livre e seduzir outros mil. Mas da mesma maneira que me mudas-te eu quero mudar-te a ti, quero ser a única da tua coleção, quero que libertes as outras que manténs presas.
Todas as pessoas nalgum momento da sua vida tiveram que fazer escolhas, pois para sermos felizes é preciso de certa maneira ser-se infeliz nalgum momento!

dia 9 de maio 2013

Meu corpo está desesperado por uma caricia tua. Minha pele arde e minha mente gira de desejo... é tão injusto matares a tua sede de desejo enquanto eu contínuo a desejar-te!
Matas a minha mente, infectas-te-a com o teu vírus, com o desejo de te querer cada vez mais! Já não bastava a tua presença hipnotizante e agora injetas-me vontade e desejo! Queres levar-me à loucura através do desejo!
Será preciso implorar? Implorar ter-te?
Tu sabes muito bem que me corpo te deseja, tu próprio injetas esta droga em mim! Queres-me submissa às tuas ordens, mas isso  nunca serei, ainda tenho a minha alma para me guiar!

dia 4 de maio 2013

Estou me desintegrando à custa de meu desejo. Não consigo evitar... não me sais do pensamento! Que veneno me deste a beber? Preciso saber pois assim morta estou!
Não sei que utilidade tenho eu para ti, além de ser mais um troféu para a tua colecção! Mas em breve sem alma estarei e de que te servirei? Morta não estarei mas sim desmaiada à procura de uma luz para me salvar. E enquanto isso serei meramente um boneco que poderás utilizar como bem entenderes!
Preciso salvar-me de ti antes que seja demasiado tarde!

dia 2 de maio 2013




Quando tenho forças consigo te resistir mas é demasiado difícil... à dias em que consigo livrar destas amarras mas ainda me sinto presa - presa a ti! Sou demasiado fraca sob o teu poder, ainda me consegues seduzir e enfeitiçar e quando colocas o teu poder sobre mim sinto-me perdida, não só me sinto perdida como fico perdida...

dia 26 de abril 2013

Sozinha com os meus pensamentos penso numa maneira de escapar! Mas não vejo como! Estou demasiado presa a este maldito destino! Porque me mantens aqui? Porque não me libertas?
Estou sufocando na minha própria bolha, nos meus próprios sentimentos! Não sei como mais te resistir, pois enfeitiças-me a cada segundo que os nossos olhos nos cruzam... por muito que tente resistir-te não consigo! Tu sabes o poder que o teu olhar tem sobre mim e eu agora sei do que tu és capaz quando tento resistir ao poder do teu olhar! O castigo é demasiado penoso para continuar a desafiar-te, pode dar-te prazer deixares-me amarrada mas para mim isso é uma tortura sufocante pela qual não desejo voltar a passar, prefiro ceder as tuas ordens!

dia 22 de abril 2013

Pescador cruel...Porque atracas o teu navio em todos os portos?
Sei que sou tua relíquia, mas precisas de me torturar desta maneira? Não bastou já me teres tirado tudo o que era querido para mim? Afastaste-me de tudo e de todos para este cruel destino... sofro em silencio mas minhas lágrimas tu não vês, pois como sereia que sou as minhas lágrimas viram mais uma gota neste aquário onde me manténs....presa!!!
Gabas-te a todos da minha existência mas não os deixas sequer me ver? De que te sirvo afinal? Sou só mais um animalzinho para o teu zoo privado? Que queres fazer de mim? Nunca me respondes, nunca me falas, deixas-me aqui sozinha com a minha existência!

dia 17 de abril 2013

 ....sou a sereia que te encantou e que desejas ter, mas eu sou prisioneira de meu destino, pois mesmo que queira nunca irei passar despercebida aos olhos dos outros, por mais simples que seja atrairei sempre as atenções para mim... pois sou um íman, um íman para todos os perigos que um homem pode cometer. Mas esta sereia também sofre, sofre pelos encantos que por aí espalha! Sofre pelo que atrai e deseja mas simplesmente nunca poderá ser dela - pois já tem dono!

Sou loucura e desejo... sou simples atração! Sou tudo isso num pedaço de mim mesma! Num EU que nunca desejou ser assim, de atrair todos mas não querer nenhum. Pois meu coração esta aprisionado pelo dono que quis escolher sem algum sucesso!

Follow by Email