dia 18 de fevereiro 2014


Toda a vez que te visito
só um pensamento tenho em mente,
um desejo a arder em mim...
Quero te beijar sem medo da rejeição
te empurrar contra a parede
quero tocar teu corpo
e é isto que desejo mas não sou capaz
Pois sou como um gato assustado
que teme o desconhecido

Sem comentários:

Enviar um comentário

Follow by Email