dia 16 de janeiro 2014



Sou teu palhaço de circo
Presa nesta teia
Prendes-te
no que para ti foi criado
Suspensa estou
 e medo de cair tenho
Pois estas asas
uma farsa são
para uma falsa segurança
um ultimo grito de esperança

Sem comentários:

Enviar um comentário

Follow by Email