dia 12 de janeiro 2014 - parte III


Já no balcão do meu vestido me libertas
Meu corpo com tua língua beijas
Quando por meus seios passas
em meus mamilos uma leve mordida dás
continuas teu percurso nesta leve tortura
E a cada segundo mais excitada fico
Teus dedos estão novamente em meu sexo já frágil
Que ansiosamente espera pelo teu
Sentes minha humidade e com dois dedos me penetras
Arqueio com a surpresa do teu acto
e minha tesão acalmas, continuas tua caminhada
até que tua boca a meu sexo húmido chega
E com tua língua me perco...

Sem comentários:

Enviar um comentário

Follow by Email