dia 26 de setembro 2013

 Sou alicerce à beira de ruir...
Sou destruidora de vidas
Posso ruir a qualquer momento
Rápido e silenciosamente
Mas só notarão minha ruina quando por completo cair
Depois de ceder não saberei mais  parar
O desejo será maior
A vontade de ir até ao fim não será mais uma vontade
Mas uma força para eu viver!

Sem comentários:

Enviar um comentário

Follow by Email