dia 25 de setembro 2013

Sou sombra da eternidade. Vivo nesta maldição à qual fim não encontro. Preciso salvar-me mas cada passo é mais um passo para a minha morte.
Mas que destino cruel me calhou.
Posso mil vidas viver mas todas acabam da mesma forma... com a destruição do meu ser. Porque? Porque és tão cruel assim! Livrem-me desta maldição e me deixem viver...

Sem comentários:

Enviar um comentário

Follow by Email