dia 28 de agosto 2013

Neste enredo por mim criado fui reduzida a pó! Sou alma vazia num corpo que não me pertence! Deixei esta vida sem esperança! Amar é um sentimento que nos deixa fracos... corroí-nos a alma e deixa-nos vazios. A minha existência é eterna mas os corpos que ocupo não...todos eles tem um fim e eu vivo com eles até a última gota de esperança mas nunca os faço amar de verdade. Sou uma sombra! Persigo os sonhos das pessoas e depois destruo cada gota de esperança naquele corpo! Já fui sereia, uma apaixonada tola! Mas agora sou mito escrito num livro de páginas vazias! Minha tristeza me transformou neste ser destruir de esperança... Shadow!

Sem comentários:

Enviar um comentário

Follow by Email