dia 26 de julho 2013

Pensei que ia atrás da salvação no caminho para o teu farol, e tu o mesmo me disseste mas a única salvação que encontrei foi  minha desgraça. Deixei-me enganar pelas falsas promessas para agora sofrer. Tento evitar-te mas em vão, cruzo-me contigo onde quer que vá, deixaste-me aqui morar e agora este também e o meu lar.

Espero que já tenhas tido o que querias! Pois de mim já nada mais terás... pois a única coisa que tenho a oferecer e o meu coração partido.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Follow by Email