dia 29 de junho 2013

Sou uma jóia rara nesta terra exótica em que tudo desconheço. Todos me olham alguns com admiração outros com inveja... e outros me querem ter! Mas só um capturou minha atenção e me salvou dos olhares estranhos... segui a tua luz na noite estrelada e me recebes-te no teu pequeno abrigo a beira mar, teu nome não me quiseste dizer só me pediste para te chamar Faroleiro pois é assim que todos te chamam!
Contaste que ao longe me observavas naquele navio e que salvar me querias mas não tinhas como, pois o farol sem ti não podia ficar, mas ao saber da minha presença em terra tua luz lanças-te a aldeia com esperança que eu a seguisse... e assim teu desejo se concretizou!
Tuas palavras me apaixonaram, e embora tua estranha beleza, eu consegui ver o belo em ti e enamorada por ti fiquei... deixei que me possuísses e repetir anseio mas à espera me farás ficar!

Sem comentários:

Enviar um comentário

Follow by Email